Investir um aumento salarial


Desenvolvimento de Carreira

SAPO Emprego

Aplique o seu dinheiro da melhor forma.

Recebeu um aumento de salário que permite uma folga financeira face às despesas do dia-a-dia? A primeira coisa em que pensamos quando se anuncia um aumento salarial é onde vamos gastar esse rendimento extra. Mesmo quando pequena a diferença, existem sempre ideias para onde encaminhar esse reforço salarial.
Para o ajudar a aplicar esse rendimento em vantagens reais para si e para a sua família, em vez de simplesmente o desperdiçar, sugerimos algumas formas úteis de investir o seu dinheiro.

# Seguro de saúde. Actualmente, para além de permitirem aceder a cuidados médicos (consultas, exames ou internamento hospitalar) estes seguros têm muitas vezes associadas comparticipações em despesas como óculos e medicamentos e têm também muitos acordos com prestadores de serviços complementares como termas, health clubs, parafarmácias, entre vários outros.

# Criar uma poupança para os seus filhos. As instituições bancárias têm cada vez mais uma oferta diversificada de produtos especialmente dedicados aos mais novos. Procure informar-se sobre as ofertas mais indicadas para o perfil dos seus filhos e comece já a assegurar o futuro daqueles com quem mais se importa.

# Plano de poupança reforma. Começar a planear a reforma cedo, parece ser já um imperativo para quem pretende ter uma velhice descansada. Antes de subscrever um plano deste tipo é contudo importante avaliar as condições de resgate do dinheiro aplicado antes do tempo previsto.

# Criar um “fundo de sobrevivência”. Numa conta que possa movimentar a qualquer altura, crie um fundo de maneio que permita fazer face a despesas inesperadas ou mesmo a situações de desemprego. Esta solução é mais versátil do que um plano poupança e poderá garantir uma maior segurança para o futuro.

# Gastos “triviais”. Se já há algum tempo tem vontade de renovar o seu guarda-roupa, fazer uma viagem, alterar a decoração de uma divisão da sua casa, poderá aproveitar esta oportunidade para fazê-lo. Saiba, no entanto, gerir bem o seu aumento para que as despesas não essenciais não venham sobrepor-se aos gastos fixos primários.

Publicidade

Siga-nos em:
Twitter   Facebook   LinkedIn   RSS   MEO Kanal - SAPO Emprego